Noticias ◂ Zara Larsson Brasil


Clean Bandit lança 3 novas versões de “Symphony” com Zara Larsson

Clean Bandit lança 3 novas versões de “Symphony” com Zara Larsson



Acaba de ser liberado no Spotify, 3 versões de “Symphony” do Clean Bandit e Zara Larsson. Uma versão acústica, alternativa e uma remix exclusiva do MK. Ouçam abaixo na playlist oficial do grupo.



Zara Larsson canta “So Good” no The Late Late Show with James Corden

Zara Larsson canta “So Good” no The Late Late Show with James Corden



Zara Larsson visitou o programa The Late Late Show with James Corden essa semana, onde cantou uma versão acústica incrível do seu single “So Good” para continuar sua divulgação pelos Estados Unidos. Assista abaixo.


“I Would Like” entre os 15 maiores hits do primeiro trimestre de 2017 no Reino Unido

“I Would Like” entre os 15 maiores hits do primeiro trimestre de 2017 no Reino Unido



O Official Charts UK liberou a lista com as 40 músicas mais bem sucedidas do primeiro trimestre de 2017 no Reino Unido, onde “I Would Like” aparece na posição #12 entre elas. Confira abaixo o TOP completo.


Spotify lança EP com 2 lives exclusivos da Zara Larsson

Spotify lança EP com 2 lives exclusivos da Zara Larsson



Zara Larsson gravou recentemente um live exclusivo de seu single “So Good” e um cover de “Sexual” do Neiked para um especial da Spotify, onde foi lançado um EP exclusivo por lá onde vocês podem ouvir logo abaixo.



Zara Larsson fala sobre feminismo e conta porque é sem filtro nas redes sociais

Zara Larsson fala sobre feminismo e conta porque é sem filtro nas redes sociais



Além de cantar “So Good“, “Only You” e “Lush Life” na Paper Magazine, Zara Larsson deu uma entrevista e falou sobre direitos humanos, feminismo, Trump e sobre algumas situações que ela já precisou enfrentar no estúdio. Confira a tradução:

PM: Hey, So Good é… cara, é muito bom, razão pela qual você o chamou assim. Me conte mais sobre ter trabalhado com Ty Dolla, o que com certeza foi um sonho.

Z: Oh, muito obrigada. Honestamente Ty é praticamente a única pessoa que eu realmente surtei. Tipo, eu ‘fiz a fangirl’, mas no limite. Eu não acho que ele sabe o quão fã eu sou, ele é realmente um dos meus artistas favoritos. Ele é tão tranquilo e calmo e legal então eu tentei ser tão calma quanto ele, eu acho que eu mandei bem.

PM: Amei. Tem alguém com quem você está animada para trabalhar junto?

Z: Eu amaria [trabalhar com a] Nicki.

PM: Minaj? Seria um ótimo combo – você está entrando no reino do RnB.

Z: Né? Eu também acho! Digo, eu também gostaria de trabalhar com a Kehlani. Anderson Paak. Bryson Tiller. Charlie XCX seria muito legal — tem tantas pessoas. Mas se eu trabalhar com eles, quero que isso seja recíproco, que eles também queiram trabalhar comigo. Não apenas tipo, “Oh nós vamos realizar esse seu sonho.”

PM: Deve ser muito louco ainda estar no ensino médio e experienciar esse tipo de sucesso. Eu consigo imaginar que é muito contra-intuitivo ter todas essas matérias quando você já está bem estabilizada no seu campo de escolha.

Z: Eu não vejo a hora de terminar. Você precisa de uma grande disciplina para fazer o que você não quer fazer. Tipo, eu não vou para a faculdade! Durante toda a minha vida eu soube o que eu queria. Eu vou apenas me focar completamente na minha música. Eu tenho vários festivais de verão chegando. Já decidi.

PM: Qual é a sua recepção na America versus na Europa?

Z: Eu acho, num geral, que Americanos se preocupam menos em parecer descolados. Na América eles gritam e cantam junto. Eles estão se divertindo mais. Menos em lugares tipo LA, onde todos são “descolados”.

PM: Verdade. Você sente que quando você está em LA, você tem que engajar nisso? Sabe, sair e ser vista?

Z: Não, não mesmo, eu nunca seria tipo “Tem esse evento agora, meu Deus!”

PM: Certo, tipo, “Me passa o seu Insta!”

Z: Definitivamente não, eu não suporto isso. Tem tantas pessoas assim em LA. Tantas pessoas vem até mim com tipo, vários milhões de seguidores no Instagram, e falam que “Nós devíamos ter um brunch amanhã!”. Eu não te conheço. Eu não quero ter um brunch com você! Eles acham que só porque temos vários seguidores, podemos ser amigos. Não.

PM: Eu sei que você tem falado abertamente sobre as suas frustrações em como o mundo funciona, o que meio que te deu o título de “ativista” – especialmente sobre as questões femininas. O quão severa é essa reação? Você geralmente é chamada de “odiadora de homens”, isso é frustrante?

Z: Na verdade não, porque eu meio que odeio homens, secretamente. Quando as pessoas me chamam de “odiadora de homens” eu fico tipo, “é”.

PM: Só “hey, sim, essa sou eu, olá.”

Z: Eu não acho que odiar os homens é feminismo, mas eu realmente apoio isso, sabe. Eu entendo porque as pessoas odeiam os homens. Não são nem os homens, mas o Patriarcado. Eu odeio isso. Isso ainda existe por conta dos homens. Mulheres são oprimidas por causa dos homens. Não é uma completa mentira. Pessoas se focando no fato de eu ser uma ‘pessoa que odeia homens’ é muito irrelevante, na minha opinião. Quem liga se eu não gosto dos homens num grupo? Não é um problema. Não machuca ninguém. Eu fico chateada porque o mundo odeia as mulheres. Mulheres são estupradas por homens, acusadas, assassinadas, assediadas, discriminadas. É uma reação natural estar chateada.

PM: Nesse sentido, como é ser uma mulher jovem na indústria musical? Você acha que as pessoas acham difícil distinguir entre você como artista que precisa ser levada a sério e uma garota de 19 anos?

Z: Definitivamente. Muitas vezes eu me senti desconfortável ou como se eu quisesse sair daquele lugar. Geralmente eu sou a única garota no estúdio rodeada por homens mais velhos… é meio assustador. É meio difícil não ser um homem.

PM: Teve alguma situação específica onde você apenas pensou “Me tirem daqui”?

Z: Ah claro, algumas. Uma foi com o meu antigo A&R e eles começaram a falar sobre a Beyoncé. Todo mundo sabe que eu amo a Beyoncé. Esses caras começaram a falar sobre como a Beyoncé nunca seria tão grande quanto ela é sem o Jay-Z, e como ela é o acessório dele.

PM: Ok, quê?

Z: Eu estava tipo “O quê você disse? Você acabou de chamar a Beyoncé de Acessório do Jay-Z?” Então por algum motivo ele começou a falar sobre o tamanho do pênis dele. No estúdio. Foi muito desconfortável.

PM: Isso é insano. Você também já falou sobre não ter a melhor experiência com o Dr. Luke. Quão frequente isso acontece, quando você sente que seus produtores não tem os seus melhores interesses?

Z: Eu definitivamente já passei por alguns bocados. Por exemplo no estúdio uma vez, era bem tarde, tinha tipo uma festa. Eu entrei com a minha amiga, minha amiga mulher. Ele disse para mim “Nós temos uma música, é sobre garotas e nós queríamos que fosse cantada por uma garota.” Eles tocaram e eu e minha amiga nos olhamos e eu disse “Não, eu realmente não cantaria isso sendo uma garota.” eles se viraram e falaram tipo “Sim você deveria, é isso que você deveria dizer.” E eu fiquei tipo: calma aí, tem uns 10 caras aqui. Isso é muito comum. Eles escrevem uma música para uma garota sobre uma garota mas a única opinião que importa é a de um homem. Alguém vai opinar como eu estou, por isso eu sempre tenho alguém comigo no estúdio.

PM: Certo, devem ter muitas discussões também em como você se apresenta, como você constrói sua imagem, entre esses caras.

Z: Absolutamente.

PM: Como você lida com isso?

Z: Eu não lido. Às vezes você tem que escolher as suas batalhas. Quando você diz que eu sou uma ativista, eu não sou tanto quanto eu gostaria de ser. Eu amaria ser uma, mas eu não acho que mereço ser chamada assim. Eu costumava escrever muito, sobre as questões femininas. Você consegue vários contra-ataques. Você consegue muito ódio dos anti-feministas, então eu só dei um tempo. Está tudo bem tomar um tempo. Está tudo bem em dizer “eu vou descansar por um minuto” e apoiar pessoas como a Zendaya e Amandla. É muito, muito difícil estar constantemente rodeada por pessoas que querem te levar pra baixo, porque as pessoas querem te deixar pra baixo. Entende?

PM: Certo, e vários artistas estariam contentes em dizer muito menos do que você acabou de falar, de qualquer forma. Você fala sobre o Trump. Você é política.

Z: Sim, isso é verdade. Absolutamente. É assim que sou como pessoa.

PM: Você já parou pra pensar em como isso afetaria sua carreira?

Z: Não, na verdade, eu quero que as pessoas saibam no que eu acredito e o que eu penso. Claro que tem outros artistas por aí que, como você disse, não falam sobre nada porque eles tem medo de ter fãs que apoiam o Trump. Se alguém escolher não seguir a minha música porque essa pessoa gosta de alguém que discrimina basicamente todas as minorias no mundo, está tudo bem. Direitos humanos são mais importantes que a minha carreira.


Zara Larsson canta “Lush Life”, “So Good” e “Only You” no PAPER Penthouse

Zara Larsson canta “Lush Life”, “So Good” e “Only You” no PAPER Penthouse



A revista Paper Magazine liberou hoje (4) em seu canal oficial no YouTube, 3 vídeos da Zara Larsson cantando “Lush Life“, “So Good” e “Only You” sem microfone e acompanhada apenas de violão no PAPER Penthouse. Assista os vídeos abaixo.


Zara Larsson conta 27 fatos sobre ela ao BuzzFeed

Zara Larsson conta 27 fatos sobre ela ao BuzzFeed



Recentemente Zara Larsson esteve no BuzzFeed completando alguns desafios nas redes sociais. Dessa vez, ela compartilhou alguns fatos sobre ela, como qual o primeiro álbum que ela comprou e qual é a coisa que ela não pode viver sem. Vem conferir como foi!

 


27 coisas que aprendemos no estúdio com Zara Larsson

1. Se alguém fosse representar você em um filme, quem você escolheria?
Z: Chloë Grace Moretz.

2. Qual foi o primeiro álbum que você comprou?
Z: Whitney Houston’s Greatest Hits.

3. Descreva o seu estilo em três palavras.
Z: Meu estilo é confortável, versátil e engraçado. – Talvez esportivo.

4. História mais louca com fã?
Z: Eles são super tranquilos. São todos muito fofos, mas não tem nada maluco tipo “Meu Deus!”, sabe? E também, não acho que eu já alcancei esse nível de sucesso onde todo mundo é meio maluco.

5. Qual é o emoji que você mais usa?
Z: Provavelmente o coração vermelho. E eu uso a caveira, o “Meu Deus, morri.”

6. Qual é o seu maior pet peeve (algo que é bobo, mas irrita)?
Z: Ah eu tenho muitos. Os sons que as bocas fazem – quando você está tirando fotos com as pessoas e tudo fica silencioso porque todo mundo está sorrindo, e você só consegue ouvir as bocas.

7. Qual foi o show mais memorável em que você já esteve?
Z: Formation Tour da Beyoncé.

8. Última pessoa que te mandou mensagem?
Z: Na verdade foi a minha melhor amiga. E ela disse “Você tá pronta?” porque nós estávamos fazendo um podcast.

9. Último livro que você leu?
Z: Faz um bom tempo desde que eu li um romance. Agora estou lendo ‘Sapiens’, de Yuval Harari. Não terminei ainda.

10. Quem é a sua sósia?
Z: Eu acho que eu tenho um rosto muito comum na Suécia, várias pessoas me falam “Você parece com a minha amiga!” e eu fico tipo, ok…

11. Reality Show preferido?
Z: Eu acho que provavelmente é “Ex on the Beach”. É muito bom. Vocês não tem esse? É hilário! Basicamente são algumas pessoas e elas estão numa ilha paradisíaca e do nada os exs deles começam a aparecer e fica tudo muito dramático. É bagunçado e tem drama, é incrível.

12. Quem é o seu crush das celebridades?
Z: Eu não tenho um, na verdade. Eu amo a Beyoncé e a Rihanna. E eu amo o Leo de 25 anos, mas ele não está mais entre nós.

13. Uma coisa que você não pode viver sem?
Z: Música. Super básico, mas eu ficaria muito triste se eu não tivesse meus fones de ouvido comigo. Eu voltaria pra casa.

14. Guilty Pleasure (algo que só você gosta)?
Z: Não tenho um guilty pleasure. Não há culpa pelo prazer!

15. Uma comida que você gosta?
Z: Sushi.

16. O lugar dos sonhos para umas férias?
Z: Ilhas Maldivas.

17. Talento escondido?
Z: Eu não tenho um. Se eu tivesse, não estaria escondido!

18. Uma conquista que você está muito orgulhosa?
Z: Lançar o meu álbum, por enquanto.

19. Lugar preferido para visitar?
Z: Eu realmente gosto de Paris e Londres.

20. Diga algo que está na sua lista de coisas a realizar.
Z: Eu quero ter uma licença de piloto.

21. Qual é a melhor coisa sobre o seu trabalho?
Z: É muito diferente todo dia. Eu tenho que fazer várias coisas diferentes e conhecer várias pessoas e ter um impacto na vida das pessoas.

22. Maior medo?
Z: Que alguém próximo a mim venha a falecer. Sombrio.

23. Melhor conselho que alguém já te deu?
Z: “Faça o seu melhor.”

24. Wallpaper do seu celular?
Z: É só o que já vem no iPhone. Não sou tão descolada assim.

25. Descreva o dia perfeito.
Z: Meu dia perfeito seria acordar perto das 11:12 da manhã, e do nada, oh meu Deus, alguém fez um brunch para mim e está na minha cozinha. Então eu o como e coloco minhas roupas, me encontro com a minha melhor amiga e nós vamos ver um filme. Aí nos almoçamos, voltamos para a casa dela e apenas ficamos ‘de boa’ por uns instantes. E depois nós nos encontramos com todos os meus outros amigos e saímos.

26. Qual foi a sua última pesquisa no Google?
Z: Eu procurei se uma punição maior, tipo prisão e etc, ajuda na diminuição da criminalidade.

27. O que você espera para 2017?
Z: Para mim, pessoalmente, que meu álbum tenha sucesso e as pessoas gostem das minhas músicas e que eu faça uma tour. Num geral, que alguém fale ‘nossa, o Trump não é mais presidente’, e todo mundo fique “yeah!!!”

Muito legal, né?! Aproveite e venha conferir todas fotos do ensaio em HQ, aqui.


Zara Larsson é capa da Notion e dispara “deveríamos aceitar que somos seres sexuais”

Zara Larsson é capa da Notion e dispara “deveríamos aceitar que somos seres sexuais”



Zara Larsson é a capa da edição do 75° aniversário da Notion Magazine, e ela deu uma entrevista sobre o que ela pensa da era das redes sociais. Confira a tradução:

Zara Larsson acha que nós “Definitivamente deveríamos aceitar que somos seres sexuais!”
Zara Larsson está linda de branco na capa do 75° aniversário da Notion Magazine.
Aqui vai o que a cantora de “So Good”, de 19 anos, tinha para compartilhar com a revista:

Na era da selfie: “Eu acho que que definitivamente deveríamos aceitar que somos seres sexuais. Com essa era da selfie, está tudo bem pensar ‘eu estou realmente gostosa e pareço linda nessa foto’. É uma coisa nova e eu acho que é muito legal ver garotas postarem fotos com a legenda “I Slay” (eu arraso), eu fico tipo: Sim, você arrasa.”

Sobre ser sem filtro nas redes sociais: “Eu realmente procuro por coisas que estão acontecendo no momento, coisas que são tendência no Twitter e que despertam uma certa frustração em mim, eu acho. Como quando eu vejo alguma injustiça ou desigualdade acontecendo… Obviamente na América, desde Trump, ou na Polônia quando eles estavam debatendo sobre fazer do aborto algo ilegal – tem tantos lugares diferentes. Não é como se eu acordasse e estivesse tudo bem, tudo igual, e eu pensasse ‘Vou ser uma vadia malvada hoje’, não é esse o ponto.”

Sobre ser uma inspiração: “Eu tenho uma visibilidade, e eu acho que se eu puder, sabe, iluminar alguém ou mudar a mente de alguém, então eu acho que eu fiz algo bom. Eu realmente não estou preocupada em como isso afetaria minha carreira. Eu acho que algumas coisas são mais importantes que a minha carreira. E eu apenas não consigo ficar quieta! (risos) Eu gosto muito de falar sobre tudo. Quem eu sou nas redes sociais, é definitivamente quem eu sou como pessoa.

(Em breve vamos atualizar o post com as fotos do ensaio fotográfico)


Zara Larsson conquista quinto TOP 5 com “Symphony”, no Reino Unido

Zara Larsson conquista quinto TOP 5 com “Symphony”, no Reino Unido



Saiu hoje (31) no Official Charts UK, as atualizações oficialmente dos singles mais bem sucedidos da última semana no Reino Unido. “Symphony“, single de Clean Bandit e Zara Larsson, subiu mais 2 posições após sua estreia no TOP 10 e agora ocupa a posição #4 dos charts de lá.

Anteriormente, Zara Larsson já conseguiu tal feito com “Lush Life” (#3), “Never Forget You” (#5), “Girls Like” (#5) e “I Would Like” (#2).


Zara Larsson fala sobre o álbum “So Good” e suas influências

Zara Larsson fala sobre o álbum “So Good” e suas influências



Zara Larsson deu uma entrevista ao FUSE, falou sobre suas influências e colaborações, e contou como foi importante tomar as rédeas como compositora pra se encontrar na música. Confira abaixo a tradução:

A resposta para “So Good”, meu álbum, tem sido incrível. Ele é tipo meu bebê, eu sinto que o primeiro álbum internacional é o X da questão, tipo… “Ok, isso é o que eu realmente faço”, e eu estou muito agradecida, porque é um álbum que eu estou realmente super orgulhosa, eu amo cada música nele. Pra mim, fazer de algo que eu amo, algo que as pessoas também amaram, é realmente… *beijo*.

“Pare de tentar ser a Beyoncé”

Antes de eu começar a escrever, eles costumavam a apenas me dar músicas e era tipo “Você quer cantar essa?” e eu costumava ouvir as pessoas dizerem e pensar: “A Beyoncé faria isso? A Beyoncé cantaria essa música?”, sabe, e depois de um tempo eu simplesmente me livrei desse pensamento, eu basicamente tive que dizer para mim mesma para tentar parar de ser a Beyoncé porque primeiro: você não pode. Eu tenho que encontrar a minha própria voz, e meu próprio som, então quando eu comecei a escrever sozinha, ficou um pouco mais pessoal, você escreve suas próprias experiências, ou sentimentos que você teve, histórias que você quer contar… Então isso realmente vem de mim.

“Ty Dolla $ign em So Good”

Foi algo muito grande ter o Ty Dolla $ign na minha música, e eu acho que ele foi parte disso, porque ele também escreveu a música junto com pessoas que eu trabalho, assim como Charlie Puth também escreveu, e eu acho que ele até produziu ela. JKash, LunchMoney, então sabe, eu conheço esses caras e eu amo trabalhar com eles, e eu absolutamente amaria fazer novamente uma música com o Ty Dolla $ign. Ele é fe-no-menal, e todas as músicas que ele lança eu só: “muito bom, muito bom, muito bom”, então foi algo muito muito grande ter ele na minha música, e ele é um cara muito legal.


Zara Larsson comenta sobre o vídeo de “Symphony” e a polêmica do YouTube

Zara Larsson comenta sobre o vídeo de “Symphony” e a polêmica do YouTube



Zara Larsson foi convidada a participar de uma rápida entrevista no Fuse, e comentou sobre a importância do clipe de Symphony retratar um casal negro e gay no vídeo, que fica de lado na mídia. Ela também comentou sobre a nova política do YouTube, que bloqueia os conteúdos LGBTQ+ para as crianças. Confira abaixo a tradução:

Symphony é a música com o Clean Bandit, é a última faixa do álbum, eles são pessoas maravilhosas, tanto como pessoas quanto musicalmente. Nós gravamos o vídeo o qual eu amei, eu amo o vídeo. [História do Vídeo] Ele é um maestro e basicamente faz essa sinfonia para o seu namorado que morreu em um trágico acidente de bicicleta. E por serem dois homens, sabe, é um casal homossexual, é parte da comunidade LGBTQ+, e o YouTube recentemente criou essas regras sobre bloquear ou colocar esse controle dos pais, que as crianças não podem ver alguns conteúdos, então eu fiquei muito confusa, tenho que pesquisar mais sobre o que é tudo isso, porque se for o que eu estava pensando, nós ficamos muito chateados quando ouvimos sobre. É um lindo vídeo sobre uma história de amor e acontece que eles são gays e eu acredito que nós quisemos mostrar isso apenas porque é somente uma relação! E foi também o porquê de nós fazermos o vídeo, porque claro que podia ser um ‘casal branco normal’ que você vê em todos os lugares, em todos os filmes, mas quisemos mostrar um relacionamento que é diferente porém completamente normal.


Zara Larsson faz audição para o Game of Thrones no Sunrise Australia

Zara Larsson faz audição para o Game of Thrones no Sunrise Australia



Já parou para pensar como seria ter Zara Larsson no Game of Thrones? O Sunrise Australia deu à Zara uma chance de fazer uma audição para que ela tente ganhar um papel na série. Confira abaixo a tradução da entrevista:

S: O Ed Sheeran acabou de entrar para o elenco de Game of Thrones.
Z: Espera, o quê?
S: Você é uma grande fã de Game of Thrones, você sabia que ele estaria na próxima temporada?
Z: Fala sério.
S: É, procura no google.
Z: Eu tenho que procurar isso… Uma foto… Meu Deus, ele tá aparecendo! Ele realmente parece encaixar. Entende? Não parece que não vai fazer sentido ter o Ed na série. Estou com ciúmes.
S: Se Ed está entrando no elenco, eu imaginei que você, sendo uma grande fã de Game of Thrones, gostaria de fazer uma audição para estar no seriado.
Z: Sim
S: Sim? Você está disposta a isso?
Z: Ok.
S: Então vamos fazer uma gravação oficial de uma audição para você entrar no Game of Thrones.
Z: Então se eles me ligarem eles vão dizer “Nós te vimos no Sunrise e nós te queremos no time”
S: Sim.
Z: Tá bom.
S: Sim. Aqui vamos nós.
Z: Ok, sem pressão.
Z: Estou pronta. Meu nome é Princesa Zara, destruidora dos charts pop, filha da Rainha Agnetha, governante do distante reino chamado Suécia.
S: Minha princesa, nunca em todos os sete reinos, em todas as minhas viagens e todos os meus sotaques estranhos, eu vi tanta beleza e habilidade de atuação tão natural.
Z: Ah, ela tem um sotaque britânico, certo?
S: Sim, ela tem, você pode tentar.
Z: Eu vim com meus dragões para destruir o Rei Ed Sheeran e tomar o meu lugar por direito como pop star que realmente deveria ter uma aparição no Game of Thrones. Você viu os meus dragões?
S: Ótimo sotaque. Eu temo que o orçamento do Sunrise não possa lhe conceder nenhum dragão, minha Princesa. Eu sei que é decepcionante para você.
Z: Você não sabe de nada, Jon Snow.
S: Ah, palmas para isso. Foi incrível. Bem, eu acho que eles vão te dar uma chance.
Z: Vou aguardar a ligação!
S: Ei, muito obrigada!
Z: Obrigada!
S: Seu cabelo está incrível agora.
Z: Realmente bom. Obrigada!


Zara Larsson responde perguntas de fãs na VEVO

Zara Larsson responde perguntas de fãs na VEVO



Para comemorar o lançamento de seu álbum, Zara Larsson foi convidada a responder algumas perguntas de fãs na VEVO.  Quais são as músicas favoritas dela no álbum? Quais ela achou mais difícil de compor? Confira a tradução do vídeo e as respostas para essas perguntas logo abaixo:

E aí pessoal, eu sou a Zara Larsson e muito obrigada por fazerem todas essas perguntas sobre o meu álbum, eu estou aqui na VEVO para respondê-las. Vamos lá.

@Giovannilante: Qual o tema principal do seu novo álbum?
Z: O tema principal do meu novo álbum é provavelmente e principalmente “amor”, também acredito que seja bem empoderador, animador, e positivo. Quando eu fiz o álbum eu basicamente pensei “eu vou fazer um disco incrível, vai ter as melhores músicas pop de 2017”, e essa era a minha visão: fazer uma coleção de várias boas músicas pop!

@its_sarars: Como você decidiu o nome do álbum? Foi tipo “nossa isso está tão bom (so good)… é isso!” ou apenas por conta da faixa? Ps. Amei o álbum <3<3<3
Z: Muito obrigada! Eu provavelmente não colocaria o nome do álbum de “So Good” se eu não tivesse uma música chamada “So Good”, mas eu acredito que o conteúdo no álbum é o que importa. Mas é difícil pois, como eu deveria dar o nome a um álbum que tem 15 músicas, e resumir tudo isso em apenas um título? Então eu achei que So Good era algo que encaixava muito bem.

@areebaalvi: Qual foi a música mais difícil de escrever no seu álbum e por quê?
Z: Eu acredito que não teve uma música em que eu tive problemas para escrever, porque… se é difícil de escrever então não vai ficar muito boa! Para mim, fazer as músicas é uma vibe. Toda vez que eu estou no estúdio eu me divirto muito e aí fica fácil, eu quero que seja natural, eu não quero que minhas músicas sejam tipo “ah não, nós temos que pensar se nós queremos ‘wouldn’t’ ou ‘couldn’t’ durante três horas!!”

@loveofmusic_: Top 3 músicas do seu álbum?
Z: Eu amo cada música e estou muito feliz de poder dizer isso porque eu realmente as amo, mas, eu diria que ‘Only You’ é uma das minhas favoritas, pessoalmente ‘Make That Money’ pois é uma grande declaração, e eu realmente gosto de ‘TG4M’.

@ariaamusic: Você começou a carreira musical tão nova! Como você cresceu como artista durante esses anos e do que você está mais orgulhosa agora?
Z: Neste momento eu diria que estou orgulhosa do meu álbum, que finalmente saiu e as pessoas pareceram realmente gostar dele. Eu entrei nesse negócio de música quando eu tinha 10 anos, eu tenho 19 anos hoje, então isso é literalmente metade da minha vida, e… Eu acho que eu cresci tanto como artista quanto como pessoa, apenas seguindo o fluxo, sabe, com relações e términos de namoro, se apaixonar, quando você briga com amigos, quando você conhece pessoas novas, a vida em geral me deu várias experiências.

@Geekygretta: qual é a sua letra favorita de uma das suas músicas novas?
Z: Minha letra preferida é, desculpa pessoal: “Don’t you think I give a fuck, give a fuck by who you fuck, but I hope you can get enough. Bitch.”

Muito obrigada por assistir e obrigada por enviarem suas perguntas, eu espero que vocês aproveitem ouvindo o álbum tanto quanto eu aproveitei gravando ele. Muito obrigada!

Você carrega molho de pimenta na sua bolsa? Essa é engraçada, devo responder?


Zara Larsson participa de desafios para o site BuzzFeed

Zara Larsson participa de desafios para o site BuzzFeed



Na última sexta feira (24), Zara esteve com o pessoal do BuzzFeed para fazer uma matéria comemorando o lançamento de seu ábum, So Good. Confira como foi!

Nós desafiamos a Zara Larsson a fazer várias coisas embaraçosas nas redes sociais, e ela os fez.

O álbum dela é “So Good” (muito bom), mas o quão boa é Zara Larsson em desafios?

Já se passaram quase dois anos desde que Zara Larsson estourou com o hit de verão “Lush Life”, mas mesmo que apenas isso a tenha trazido para o mainstream, Zara está nesse ramo há anos. Com 10 anos ela venceu um Show de Talentos Sueco, equivalente ao Britain’s Got Talent, e lançou seu primeiro álbum em 2014. Agora, com 19 anos, ela finalmente lançou seu segundo álbum, So Good – literalmente! Então, para celebrar o seu lançamento, nós nos encontramos com Zara e a submetemos à vários desafios nas redes sociais. Afinal, ela é a rainha do Twitter, não é mesmo? Nós demos a Zara uma caixa com várias bolas para ela escolher e ela seguiu em frente.

 

O primeiro foi “Erro de digitação”, onde simplesmente ela deveria tweetar alguma coisa com um erro de digitação.

Depois de confessar que ela tweeta com erros de digitação o tempo todo, Zara não perdeu tempo indo ao trabalho.

 

E rapidamente o primeiro desafio foi feito. Levou 0.4 segundos até que os fãs começassem a surtar. Oh, celebridades…

O próximo desafio foi uma viagem no tempo, onde nós demos uma olhada no primeiro tweet da Zara. Seria algo embaraçoso? Algo tão humilhante que provaria que, sim, ela é gente como a gente?

Não, era um cover da Rihanna de 2012 (quando Zara tinha apenas 14 anos!!!!!). Um ótimo cover. Não era nada vergonhoso. Droga. Zara então tentou cantar e nos deu um snippet. Mas logo em seguida ela esqueceu a letra da música. Ei, ela é humana!

Então foi hora de mudar para outra rede social, dessa vez para um desafio no Instagram.

Nós todos estamos lá, stalkeando e passeando pelo Instagram de alguém, tentando desesperadamente não curtir algo de 2013. Bem, Zara não teve escolha. Sim, ela teve que curtir uma foto de mais de um ano atrás de alguém.

Mas em vez de entrar em pânico assim como muitos de nós, Zara não hesitou. Ela até preferiu escolher alguém que certamente veria a notificação, o que é dedicação com o desafio, se você quer saber.


Depois de procurar por um tempo, Zara encontrou uma foto e a curtiu.

A reação dela de “Eu acabei de curtir uma foto de Dezembro de 2015”.

A próxima bola dizia para Zara nos mostrar uma foto embaraçosa na galeria dela.


Depois de confessar que o telefone era novo (mesmo com uma tela quebrada) e que a maioria das fotos dela eram screenshots, ela encontrou essa belezinha. Basicamente o Instagram não acreditou que era ela tentando logar na sua conta e pediu por uma foto. Bem, eles tiveram o que pediram.

 

Quatro desafios cumpridos e por enquanto tudo bem. No próximo, nós queríamos dar uma olhada no histórico de busca dela.

Nós pedimos que Zara nos mostrasse as últimas coisas que ela havia buscado – algo que me faria segurar meu celular um pouco mais forte.

 

A última coisa na história de busca era uma letra da Beyoncé, porque né. Mas a próxima era algo um pouco mais interessante.


Aparentemente Zara e a sua amiga estavam pensando quais seriam os nomes de stripper delas. Infelizmente, Zara ainda não decidiu o seu, mas apenas a título de curiosidade, Crystal é o mais popular.

 

De volta às redes sociais, foi a vez de um desafio no Snapchat.

Já que ela é uma cantora, nós desafiamos Zara a gravar ela mesma cantando alguma música aleatória que não fosse dela. A parte mais importante foi escolher a música certa.

No fim, Zara escolheu “No Frauds”, da Nicki Minaj. E ela mandou ver.

O próximo desafio foi revelar qual foi a última pessoa famosa que mandou uma mensagem para ela. Além de Nadia Rose e Charlie Puth, a última mensagem que a Zara recebeu foi de Kehlani.

Cantora e professora, uma mulher de muitos talentos!

E finalmente, nós não poderíamos deixar a Zara ir sem colocar o ídolo dela na história.

O desafio final era para que ela tweetasse algo para a Queen B. E assim como todos os desafios anteriores, Zara nem hesitou.

E isso concluiu os desafios. Obrigado por jogar conosco, Zara!

O novo ábum da Zara, So Good, já está disponível!


Página 2 de 14123456... 14Próximo